As roupas tem memória

e quem nunca?

memória das roupas

 

-Você duvida?

– de quê?

– que as roupas tem memória?

– como assim?

-memória..recordações…lembranças..coisas desse tipo…entende?

– hummm…não sei não…acho que esse papo é coisa de maluco…

-maluco? Eu falo sério!

-Cara, na real, nunca sei quando você ta falando sério, na real..

-Meu, eu to falando sério! Tipo: você coloca uma roupa e ela te faz lembrar coisas que já aconteceram quando você estava usando ela sabe?

– Bixo…isso eu nunca senti não…você tá falando de “azar”? que uma roupa que te deu azar pode te dar azar de novo?

– Nãoooo! Eu to falando de memória!!!Assim ó: Você coloca a roupa, e ela te faz sentir com saudades…porque você usou com alguém que vocé ta com saudade e nunca mais viu..sabe?

– Ah…algo do tipo místico? daí você se concentra e a pessoa aparece?

-Cara! Presta atenção!! Eu não to maluco não! Acho que você é que tá!! Como que uma pessoa vai aparecer do nada? Com o poder de uma roupa? Por acaso tô falando de uma roupa com super poderes? Pô, fala sério! Eu to falando de coisa séria!!

-Ué…não precisa ficar estressado assim vai…me explica então essa sua teoria ..to ouvindo e prestando atenção…

– então presta que vou explicar:

Você ama uma pessoa desesperada, alucinada e enlouquecidamente. Então, vocês se amam tanto que iriam acabar se matando se continuassem juntos porque a loucura de vocês era tanta um pelo outro, que a fusão de vocês resultou em algo com o qual vocês dois não conseguiam lidar.

– hum…prossiga…

– Daí, você está num momento com aquela pessoa, e mesmo tendo mil chances de fazerem amor em lugares maravilhosos, quentes e aconchegantes, vocês se amam como se fosse a última vez, em cima de um puff. Mesmo sabendo que iriam acordar juntos no dia seguinte, vocês se amam como se fosse o sopro do último adeus, em cima da porcaria de um puff onde cabia metade do corpo de um dos dois, e naquela fúria, mesmo com todo tempo da noite, ela arranca o botão da sua camisa de tanta pressa pra poder sentir o seu corpo, e quando acabam de se amar, vocês percebem que tá um frio lascado e vocês dois estão na varanda pelados. Daí vocês dois dão risadas, e vão dormir agarradinhos na cama quentinha perto dali.

É isso.

– Meu…e onde entra a roupa e a memória? Cara, desculpa, eu to vendo que tu ta emocionado, a gente já bebeu bastante, mas eu não to entendendo…

– Cara..eu costurei o botão e estou usando a mesma camisa. Ela eu não posso ver nunca mais…senão me rasgo inteiro, mas a porra da camisa tá aqui!

– Entendi…. Garçom, me dá mais um chop por favor, e um conhaque duplo pra esse meu amigo aqui.

Ariadne Cantú

 

 

 



2 respostas para “As roupas tem memória”

  1. Claudete disse:

    Verdade, roupa tem memoria sim. Adorei ease texto bem “amigos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *