Porque lembrar dos pais no dia das mães?

Porque lembrar dos pais no dia das mães?

 

Porque lembrar dos pais no dia das mães?

A doce coragem de partilhar uma amor

 

Mãe é um bicho esquisito, intenso, que ama mais do que o céu.

Maravilha!

É uma delícia ser mãe assim, e uma benção ser filho dessa mãe.

Só que nesta arte de amar, algumas mães acham que o ar que o filho respira, só ela pode prover, e que se ela viajar, a terra pode deixar de girar caso nao esteja presente para garantir a rotação do planeta.

O que ninguém lembra também, é que essa mãe as vezes esquece o lugar precioso do pai, e que esse filho pode não sentir-se livre o suficiente para voar quando precisa.

As consequências de uma mãe que ocupa todas as arestas da vida do filho, sentindo-se única provedora de tudo que há, são muitas, mas a pior delas, é a que impede a participação do pai.

Exuberante e transbordante de amor, essa mãe nem percebe que deixa o pobre do pai cada vez mais fora desta maravilha que é criar um ser humano.

Esse pai, já sem manual de instruções de sua masculinidade, acaba se ressentindo, por ficar fora deste universo tão “feminino”…

Mas a verdade precisa ser dita:

Pai também tem fascínio por filho pequeno!

Pai pode não morrer de amores por trocar fraldas, mas ama fazer bagunça no box na hora do banho!

Pai, adora revirar a casa quando ta tudo arrumado, só pra mostrar que há uma nova perspectiva para se arrumar de novo!

Pai adora pentear cabelo, escovar dente, colocar sapato..

Pai também adora ser mãe!

E as crianças?

Ah…as crianças GANHAM demais com isso!!

E as mães?

GANHAM MAIS AINDA!!

As mães que permitem que os pais também sejam um pouco mães, vão ganhar filhos felizes, abraços mais apertados, e sorrisos cheios da liberdade que só um pai pode ensinar a um filho.

A todas as mães, novas, maduras, adotivas, biológicas, separadas, casadas, viúvas, ricas e pobres, que dizem sim, à presença dos pais na vida dos filhos, as minhas homenagens.

Elas são mães em dobro!

Porque lembrar dos pais no dia das mães?

A doce coragem de partilhar uma amor



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *